Para mexer com os seus sentidos

O marketing sensorial da John John

Com letreiros luminosos gigantes que estimulam a curiosidade de quem passa é quase impossível cruzar por uma loja John John sem ter a sua atenção roubada. A iluminação interna baixa e focada exclusivamente nos produtos reproduz um ambiente de clube noturno, o que é reforçado pela música alta e decoração despojada, levando os clientes a um universo diferente apenas cruzando a porta de entrada. É inclusive na entrada que pode ser percebido o perfume característico das lojas, que é também comercializado pela marca, fazendo assim que a experiência olfativa perdure mesmo após a visita.

O toque é um aspecto muito estimulado e está presente na textura dos jeans, com suas diferentes lavagens e processos artesanais, e na variedade de outros produtos que a John John oferece em alfaiataria e acessórios, por exemplo. Um grande diferencial está também no atendimento de um jeito profissional e displicente, fazendo com o cliente se sinta confortável como se estivesse entre amigos, ao mesmo tempo que aprende sobre os processos de produção dos produtos e as tendências da moda, acompanhado de uma bebida a seu gosto – são ofertados cafés e cervejas enquanto você explora a loja.

É uma experiência realmente diferenciada no comércio brasileiro e que chama a atenção por sua qualidade tanto nos produtos quanto na maneira de se relacionar com clientes. A marca, que possui calças jeans de caimento impecável “made in heaven”, proporciona ao seu público uma experiência rica na provocação dos sentidos desde o seu slogan até a experiência de compra em suas lojas.

Adotando um estilo despojado chique, a marca com cara de grife internacional busca construir o relacionamento com o seu consumidor através de detalhes minuciosos de brandsense transforma a visita às lojas em uma forma quase que de entretenimento para seus clientes. A brasileira John John já é um case de sucesso no marketing sensorial, sem dúvida.

Este conjunto de estratégias tem consolidado fortes resultados no crescimento da marca e já conta com mais de 50 lojas espalhadas pelo país. Porto Alegre é brindada com três unidades da tag (Bourbon Wallig, Praia de Belas e BarraShopping Sul) com a possibilidade de uma expansão para 2017. Vale muito a pena conhecer esse trabalho exclusivo!

lala-noleto-john-john-verao-2014-3

O ambiente descontraído da John John. Foto: Vanessa Ferreira.

Marketing Sensorial

É uma área do marketing que trabalha as percepções sensoriais que envolvem uma marca. Estimulam a visão, audição, paladar, tato e olfato de maneira estratégica, proporcionando um vínculo emocional com a marca e seus consumidores. Representa o futuro do varejo da moda brasileira para empresas que querem se destacar no mercado, garantindo o engajamento e fidelização dos clientes e ofertando, mais do que produtos, boas experiências.