Os dois lados da cortina

A diferença entre um mestre de cerimônias e um cerimonialista

Ainda que muito associados a eventos, os profissionais de Relações Públicas estão na superfície dos eventos sociais. Isto é, o conhecimento e aprofundamento nesse setor de eventos é de extensa complexidade e ramificações, sendo necessário ter mais que uma base em cerimonial e protocolo, visto que os profissionais lidam diariamente com expectativas altas e cobranças no decorrer de todo pré-evento, durante e pós-evento.

Apesar de ser uma área muito explorada por profissionais e acadêmicos, existem muitas dúvidas quanto às diferenças entre cerimonialistas e um mestre de cerimônias, tanto de pessoas de fora quanto profissionais da área. O mestre de cerimônias é “o orador do evento, ele conduz o evento na fala e faz toda a sua mediação”, diz Alice Acosata, proprietária da Zapp Eventos Sociais e Corporativos. Já o cerimonialista, segundo Alice, é o “maestro no dia do evento”. É tarefa do cerimonialista coordenar e organizar o evento, desde a montagem do roteiro até a sua execução.

Sabemos que os profissionais de Relações Públicas têm amplo conhecimento em planejamento, gerenciamento de crises e atendimentos personalizados. E também sabemos que os relações-públicas são excelentes profissionais de eventos. Partindo deste princípio, Alice Acosata diz que é muito importante que o profissional tenha um “bom checklist prévio, deixando tudo muito bem alinhado” não se esquecendo de ter uma “boa comunicação com quem participará do cerimonial, sejam fornecedores, colaboradores ou clientes.”

O cerimonialista é responsável por toda preparação do evento, desde as conversas iniciais com os clientes até o pós-evento. É ele o responsável por todo o acontecer do evento, cuidando de todas as normas, preparação de roteiro e composições, além de realizar a preparação para que o mestre de cerimônias entre em cena e administre o evento.

Trabalhando como mestre de cerimônias há mais de 30 anos, sendo os últimos cinco na Prefeitura de Canoas (RS), Dioni Vieira diz que o “trabalho de um mestre de cerimônias em um evento é de suma importância, é ele quem dá o ritmo e a sequência, é quem comanda o espetáculo, ele pode salvar ou acabar com um evento.” Além disso, ela frisa a importância de um cerimonialista em toda preparação do evento: “O cerimonialista é o profissional que organiza o evento, só dizendo isso resumo sua importância, tudo passa pelo cerimonialista que deve conhecer o evento a fundo, ter sangue frio e agilidade na resolução de problemas.”

Em conjunto, ambos os profissionais são responsáveis pela execução de um evento, sendo imprescindível que os profissionais atuem de maneira harmônica, visando o bom andamento do evento e agradando o público e os colaboradores.