Dicas> Notícias » Fake News

Fake News: cuidado!

A importância da responsabilidade individual com o cuidado na disseminação de informações

Fake News. Provavelmente, você já deve ter escutado algo sobre essas duas palavrinhas em inglês, que traduzidas para português significam notícias falsas. Esse termo refere-se à divulgação e ao compartilhamento de informações sensacionalistas que não representam a realidade, sendo disseminadas como se fossem verídicas.

No início deste ano, o Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional (que é formado por representantes da sociedade civil, das empresas da imprensa escrita, rádio, televisão, entre outros), recebeu um anteprojeto de lei sem assinatura, em princípio, elaborado pela consultoria legislativa do Senado, para o combate dessas notícias. O texto estabelece que “caberá ao usuário avaliar o grau de confiabilidade das notícias e apresentar reclamação sobre os conteúdos. E ao provedor da internet remover ou bloquear o conteúdo falso no prazo de até 24 horas”. O texto está a cargo da comissão de relatoria formada pelos conselheiros Miguel Matos (coordenador), Murillo de Aragão, José Francisco de Araújo Lima, Ricardo Bulhões Pedreira, Maria José Braga e José Antônio de Jesus da Silva.

A proposta logo gerou discussão no Congresso Nacional, provocando a preocupação com a possibilidade da instituição em censurar a internet. O presidente do conselho disse que a ideia era estudar o assunto e não interferir na liberdade de imprensa.

Liberdade de imprensa é a capacidade de um indivíduo de publicar e dispor de acesso a informação (usualmente na forma de notícia), através de meios de comunicação em massa, sem interferência do Estado. Sendo assim, verificar a veracidade das notícias antes de propagar é uma responsabilidade geral.

Com isso, buscamos informações na International Federation of Library Associations and Institutions (IFLA) e selecionamos algumas dicas para você.

Foto: International Federation of Library Associations and Institutions (IFLA).