Skip to main content

As castas estão presentes na sociedade desde sempre. E as classes sociais mostram as diferenças da sociedade capitalista até hoje. Cada tipo de organização social estabelece parâmetros, muitos dos quais a partir das desigualdades, de privilégios e de desvantagens entre os indivíduos. Elas são vistas como coisas absolutamente normais, como algo sem relação com o convívio social. Entretanto, para a pesquisadora e socióloga Teresa Salles, essas desigualdades, para determinados indivíduos, foram desenvolvidas socialmente.

O tema está no artigo Raízes da desigualdade social na cultura política brasileira, em que Teresa explica que é buscando no início da história do Brasil e abordando a construção de nossa cidadania que é possível ter entendimento da realidade atual do país. “O que os quatro séculos da nossa evolução lhe ensinam é que os direitos individuais, a liberdade, a pessoa, o lar, os bens dos homens pobres só estão garantidos, seguros, defendidos, quando têm para ampará-los o braço”, escreve.

 

privilegios
Jogo dos privilégios – Disponível em: https://goo.gl/bhRYXw

Uma forma de mostrar isso é através do Jogo dos privilégios, que tem por objetivo mostrar como essas vantagens podem nos ajudar, ou a falta delas nos prejudicar. O jogo funciona da seguinte forma: os participantes ficam em uma linha inicial, conhecida como “marco zero”, onde todos são iguais. A partir de 50 perguntas, que são feitas aos participantes, eles dão um passo a frente, ficam parados ou um passo para trás . As respostas definem os movimentos. No final do jogo, as pessoas percebem como os privilégios sociais funcionam.

 

O vídeo abaixo, produzido pelo IDBR (Instituto Identidade do Brasil), mostra como o jogo funciona na prática.