Logo RRPP Online
Logo Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Visitar site Famecos Visitar site Eu Sou Famecos Visitar site PUCRS
2014 – Porto Alegre/RS
RRPP Atualidades 2013
Leia a edição impressa
Cadastre-se

RRPP Atualidades   

Notícias e Artigos

Arena do Grêmio e patrimônios históricos como fontes de inspiração
Arena do Grêmio e patrimônios históricos como fontes de inspiração
Publicado em: 2/07/2014
Arena do Grêmio e patrimônios históricos como fontes de inspiração

Nádia Raupp Meucci, mulher batalhadora e de personalidade forte, escolheu viver assim, livre, atrás do que ama. Tem sede de saber. Sua caminhada é a da arte e da verdade. São 25 anos de fotografia, com projetos autorais que podem ser visitados no site fotonadia.art.br. Entre eles o projeto Era Uma Vez Uma Cidade... onde ela faz um registro documental fotográfico de detalhes arquitetônicos antigos de cidades históricas gaúchas e brasileiras. Este material fotográfico já foi base para quase 30 exposições fotográficas e se transformará em livros fotográficos, seu próximo projeto.

Vitório Gheno, por sua vez, inaugurou no último 29 de abril uma exposição onde apresenta sua mais recente e inédita série chamada Humaitá – iniciada em 2013 e apresentada pela primeira vez nesta última mostra – ao lado das séries anteriores Aldeias Urbanas (iniciada em 2001) e Fileiras (iniciada em 2009), que continua sendo desenvolvida.

Foi durante o período em que foi colaborador na Arena do Grêmio, que seu olhar aguçado e artístico percebeu no bairro Humaitá a simplicidade do casario existente, mas especialmente na riqueza pictórica dos materiais utilizados em sua construção, muitos deles garimpados em lixões. E os alegres habitantes do bairro que fazem dessas construções seus lares, onde com suas famílias têm seus momentos de lazer e alegria.

Nádia começou a fotografar o Bairro Humaitá durante 2012 e 2013, nas idas e vindas que fazia com Vitório à Arena, emprestando ao artista a infraestrutura necessária para o trabalho dele no novo estádio tricolor. Enquanto aguardava, Nádia fotografava o Humaitá. Vitório utilizou, como referência, as fotos de Nádia, para criar e desenvolver suas novas telas, pertencentes a esta recente série.

Vitório tem a graça no olhar, no sorriso, nas suas pinturas e na sua vida: é um artista completo. Que carrega consigo uma trajetória magnifica, e assim segue pintando –  gloriosamente –  e…

Estudante da Famecos ganha concurso de astrofotografia
Estudante da Famecos ganha concurso de astrofotografia
Publicado em: 2/07/2014

Jornalismo Literário é celebrado em encontro mundial
Jornalismo Literário é celebrado em encontro mundial
Publicado em: 2/07/2014
Jornalismo Literário é celebrado em encontro mundial

Especialistas do gênero se reúnem todo ano para troca de experiências e aprofundamento de estudos.

Mesclando arte com técnicas literárias de escrita, o Jornalismo Literário vem ganhando força no meio acadêmico. O gênero, marcado pelo subjetivismo está cada vez mais conhecido por ampliar a informação narrarando os fatos com minúcias e detalhes para ser lido como um romance. A Associação Internacional de Estudos em Jornalismo Literário (IALJS) promove anualmente uma conferência, organizada por consagrados estudiosos da área. O encontro, que ocorre em maio de 2014 em Paris, é dividido em painéis, onde as principais pesquisas sobre o tema são apresentadas para um seleto grupo de participantes.

O único integrante da América Latina, o jornalista Juan Domingues, membro desde 2012, apresentará um trabalho sobre Jornalismo Literário e a reportagem policial no Painel “Jornalismo e justiça”, na Universidade Americana de Paris (AUP). O também professor da PUCRS revela que conheceu a associação ao buscar referências para sua dissertação de mestrado com Robert Boynton, ex-editor da Revista Playboy e chefe do departamento de Jornalismo Literário da Universidade de Nova York. Ao trocar palavras com o estudioso, Juan se surpreendeu com a receptividade ao receber um livro do catedrático e, após apresentar seu trabalho na conferência, se interessou em participar da associação.

O jornalista gaúcho destaca o grande aprendizado adquirido na convivência com profissionais de outros lugares do mundo: "eles são mais velhos, mais experientes, conversamos sobre o planejamento das aulas, como são feitos os cronogramas, contribui muito para o meu crescimento profissional" – enfatiza. Para acompanhar as atividades internacionais que participa, Juan estuda inglês semanalmente para garantir uma boa comunicação. Ele também anuncia que em 2016 a conferência ocorrerá em Porto Alegre e que já recebeu um manual de procedimentos com todos os passos para o encontro ser realizado no formato idealizado.

PreviousNext